IBGE suspende provas de concurso para mais de 204 mil vagas para o Censo 2021

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística anunciou, nesta terça-feira, 6, que as provas para Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS), que deveriam acontecer nos dia 18 de abril, e para Recenseador, que seria feita no dia 25 de abril , foram suspensas. Os exames são referentes aos Processos Seletivos Simplificados (PSS) para realização do Censo Demográfico. De acordo com o comunicado oficial, o IBGE irá avaliar com o Cebraspe um novo planejamento para aplicação das provas. Para o Censo 2021, eram previstas 181.898 vagas temporárias de recenseador, que exige nível fundamental, e 22.409 de vagas temporárias para agentes censitários, que exige nível médio.

No total, 204.307 vagas não estarão mais abertas. A remuneração máxima dessas pessoas seria de R$ 2,1 mil e os editais foram publicados há pouco mais de um mês, no dia 18 de fevereiro. Isso vai depender de um posicionamento do Ministério da Economia acerca da verba. A decisão foi tomada após a redução em 96% o total de recursos destinados ao levantamento, que é realizado a cada 10 anos, na votação do Orçamento 2021. No dia 25 de março, Comissão Mista de Orçamento concluiu a votação no Congresso e ratificou o corte de quase 90% proposto pelo relator-geral. Inicialmente, a previsão era de R$ 2 bilhões para a realização do Censo. Com o corte, apenas R$ 300 milhões estarão disponíveis.