INSS mantém perícia médica e avaliação social durante fase emergencial em SP

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Estado de São Paulo vão atender apenas segurados que estão com serviços agendados para perícia médica e avaliação social a partir da segunda-feira, 15. As unidades que não oferecem esses serviços devem ficar fechadas. A decisão vale enquanto durar a fase emergencial do Plano São Paulo, inicialmente prevista entre 15 e 30 de março. A única exceção é a APS de Araraquara, que continua fechada por conta do lockdown decretado pelo município até 22 de março.

O INSS está entrando em contato com pessoas que tinham agendados serviços diferentes dos autorizados para as próximas duas semanas para que o atendimento seja remarcado ou cancelado. Porém, o cadastro desatualizado inviabiliza a comunicação. Neste caso, o segurado deve ligar para o 135 antes de ir até uma agência presencial. Todas as agências do INSS suspenderam os atendimentos sem hora marcada desde setembro de 2020 para evitar aglomerações.

Vale lembrar que quase todos os serviços do INSS podem ser acessados a distância por canais remotos de atendimento: aplicativo e site Portal Meu INSS e a central telefônica 135. Pelo Portal, é possível requerer benefícios, emitir extratos, cumprir exigências e agendar atendimento presencial. Por lá também está disponível a assistente virtual Helô, que orienta sobre benefícios, esclarece dúvidas e emite senha para acesso à área restrita.

Pelo telefone 135 é possível fazer inscrição na Previdência Social, obter orientações, esclarecer dúvidas, solicitar benefícios e agendar atendimento presencial, entre outros serviços. Além disso, durante todo o tempo, é possível agendar o serviço Exigência Expressa, que possibilita ao segurado que já fez algum requerimento entregar cópias de documentação complementar por meio do depósito em urnas que ficam na frente de todas as agências das 7h às 13h — inclusive as que estiverem fechadas.