Sony confirma fim da venda de eletrônicos no Brasil a partir deste mês

A Sony confirmou nesta segunda-feira, 1º, que encerrará as atividades comerciais no Brasil a partir do fim deste mês, conforme anunciado em setembro do ano passado. Com a decisão, serão interrompidas as vendas de TVs, câmeras e equipamentos de áudio no país. Em nota, a gigante japonesa de eletrônicos afirmou que manterá os atendimentos de pós-venda e o suporte de reparos para todos os seus produtos “pelo tempo necessário.” A empresa também informou que outras operações do grupo, como as áreas de games, soluções profissionais e música, continuarão em atividade sem nenhuma alteração. Isso significa que as vendas do console e jogos do PlayStation 5, lançado no ano passado, não sofrerão mudanças.

O desembarque da empresa do Brasil foi motivado pelo “ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios”, segundo divulgado em setembro de 2020. A companhia japonesa também afirmou que a medida “visa fortalecer a estrutura e a sustentabilidade de seus negócios, para responder às rápidas mudanças no ambiente externo.” A Mondial, empresa brasileira especializada em eletrodomésticos, anunciou a compra da fábrica da Sony no fim do ano passado.