Venda de caminhões cresce 27,5% no Brasil apesar da pandemia

O bom desempenho do Agronegócio, Construção, Comércio Eletrônico e Mineração impulsionam as vendas de caminhões no Brasil. Um dado econômico positivo diante das implicações da pandemia da Covid-19. De janeiro a março, as concessionárias venderam 25 mil unidades, alta de 27,5% sobre o trimestre de 2020. O vice-presidente da Anfavea, Gustavo Bonini, ressalta a falta de peças em todo o setor automotivo e a conjuntura brasileira. “São os desafios que nós vamos ter nos próximos meses. A gente fala do câmbio, inflação, juros, desemprego, o teto fiscal e a confiança.” Em março, foram comercializados 10,8 mil caminhões, um aumento de 65% sobre o mesmo período no ano passado, quando as montadoras paralisaram sua produção no Brasil na primeira onda do coronavírus.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos